Ladrões invadem loja da Americanas em Conceição do Coité, roubam dinheiro do caixa e levam celulares de clientes

 

Uma loja da rede varejista Americanas foi assaltada em Conceição do Coité, região sisaleira da Bahia, na tarde desta segunda-feira (5). O Notícias de Santaluz apurou que os bandidos roubaram a quantia de R$ 220 que estava no caixa do estabelecimento, além de quatro celulares de clientes. Conforme testemunhas, o crime foi praticado por dois indivíduos, ambos armados e encapuzados. Câmeras de segurança da loja, localizada na área central da cidade, gravaram a ação dos bandidos.  A dupla fugiu em um carro e ainda não foi encontrada. Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia local, que investiga o caso.

‘Testei positivo 43 vezes’: o caso de Covid-19 mais longo do mundo

Dave perdeu 63 kg ao longo de quase dez meses de Covid-19 | Foto: BBC

Um britânico de 72 anos teve o caso mais longo de Covid-19 já registrado no mundo.

Dave Smith, que é instrutor de autoescola e músico nas horas vagas em Bristol, no oeste da Inglaterra, contraiu a Covid-19 em março de 2020.

Mas ele não esperava o que estava por vir.

Dave testou positivo para a doença 43 vezes e só se curou 290 dias depois da infecção.

“Todos os testes davam positivo. Uma semana depois, positivo. Rezava para que o próximo fosse negativo, mas nunca era”, conta ele à BBC.

Quando contraiu a doença, seu sistema imunológico estava vulnerável por causa de um tratamento quimioterápico para tratar leucemia.

Dave afirma que, nesses dez meses com a Covid-19, foi parar no hospital sete vezes. Ele conta ter perdido 63 kg durante o tempo em que teve a doença.

“Uma vez eu tossi por 5 horas sem parar. Não falo de tossir, parar, tossir, parar. Mas de tossir, tossir e tossir sem parar, por 5 horas. Consegue imaginar o cansaço que isso causa ao seu corpo?”, relata.

Dave conta que chegou a se despedir da família.

“Fiquei resignado. Liguei para minha família, fiz as pazes com todos e me despedi. Fiz uma lista com as músicas que queria que tocassem em meu velório”, diz ele.

A melhora só veio ao fim de 10 meses de sofrimento. Dave foi tratado com um coquetel de remédios antivirais cedidos pela empresa americana Regeneron.

Não é possível, no entanto, afirmar que foi o coquetel de remédios o responsável pela melhora de Dave.

Ed Moran, médico do Southmed Hospital, onde Dave se tratou, diz que a única maneira de ter certeza disso é através de um estudo adequado.

“Havia uma chance pequena de que ele estava prestes a melhorar, por conta própria, e isso seria apenas uma coincidência. Isso seria uma história de paciente, uma anedota. Mas é bem convincente, já que ele estava mal fazia 10 meses ou mais e sua recuperação foi associada ao uso deste agente.”

Cientistas da Universidade de Bristol agora estudam o caso de Dave para tentar entender como o coronavírus se comporta.

A ideia é descobrir como o vírus se esconde e sofre mutações no corpo humano, e como ele consegue infectar uma pessoa de forma persistente.

Agora curado, Dave diz ser um “homem milagroso”.

“Agora eu sou uma estrela? Acho que eu deveria ganhar uma medalha ou um certificado”, brinca.

Petrobras aumenta de uma só vez preço da gasolina, diesel e gás de cozinha

  

A Petrobras vai reajustar de uma só vez os preços da gasolina, diesel e do gás de cozinha (GLP) a partir desta terça-feira (6) para as distribuidoras. No caso da gasolina, o preço médio por litro sobe 6,32%, de R$ 2,53 para R$ 2,69. Assim, acumula desde janeiro um aumento de cerca de 46%. No diesel, o avanço foi 3,69%, de R$ 2,71 para R$ 2,81 em média por litro. Desde janeiro, a alta acumulada é de 39%. No GLP, para as distribuidoras, o valor passará a ser de R$ 3,60 por quilo, refletindo um aumento médio de R$ 0,2. É uma alta de 5,8%. No ano, segundo fontes do setor, o preço do gás de cozinha acumula alta de 38%. Em nota, a estatal disse que “busca evitar o repasse imediato para os preços internos da volatilidade externa causada por eventos conjunturais. Os preços praticados pela Petrobras seguem buscando o equilíbrio com o mercado internacional e acompanham as variações do valor dos produtos e da taxa de câmbio, para cima e para baixo”.

Criminosos invadem distribuidora de bebidas, rendem funcionários e levam cerca de R$ 35 mil em Ipirá

 Ipirá: criminosos invadem distribuidora de bebidas, rendem funcionários e levam cerca de R$ 35 mil

Uma distribuidora de bebidas foi assaltada por dois homens armados na noite de sexta-feira (2), em Ipirá, no território do Bacia do Jacuípe.

O crime ocorreu por volta das 19h, na Avenida Nicomedio Fernandes Serra e câmeras de segurança do local registraram a ação dos bandidos.

Nas imagens publicadas pelo Aratu On,  mostram que às 19h05 os criminosos chegam no escritório onde rendem o conferente e, em seguida o gerente financeiro. Veja o vídeo no link abaixo.

bit.ly/3yf6sri

Em outro vídeo (não disponível) mostra que os bandidos chegaram em um Chevrolet Corsa, estacionam em frente ao estabelecimento e entram no local andando tranquilamente, com as armas na mão.

De acordo com o gerente da distribuidora, foram roubados dois aparelhos celulares e uma quantia aproximada de R$ 35 mil.

 

O gerente informou ao Site Aratu On Line que os policiais militares chegaram cerca de 20 minutos após o assalto. Ele prestou queixa na delegacia local neste sábado (3).

Bahia terá novas medidas de flexibilização e volta às aulas se números da Covid continuarem caindo, diz Rui

 

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou nesta sexta-feira (2) que o estado vai começar a flexibilizar medidas mais rígidas de combate ao coronavírus se os números da pandemia continuarem caindo.

“Se os números continuarem caindo, teremos novas medidas de flexibilização e o retorno às aulas presenciais, no modelo híbrido. Estamos ansiosos para retomar e recuperar o tempo perdido na educação. A dedicação de todos garantiu que a Bahia tivesse, graças a Deus, com uma das menores taxas de mortalidade por coronavírus no Brasil. Mas não podemos relaxar, precisamos continuar trabalhando e conscientizando sobre a importância da vacinação”, escreveu Rui em uma rede social.

Na sexta-feira, a Bahia ultrapassou a marca de 5 milhões de vacinados com primeira dose e dose única contra a Covid-19. Com 5.009.928 de imunizados, o que representa 45% da população com 18 anos ou mais a ser imunizada, o estado é um dos que mais vacinam contra a doença no país.

Homem é preso por suspeita de matar o primo a pedradas em Euclides da Cunha

 

 

A Polícia Civil de Euclides da Cunha prendeu, na quinta-feira (1°), dois suspeitos de envolvimento no assassinato de Gilberto da Mota Silva, ocorrido em maio deste ano no povoado Bendegó, zona rural do município localizado na região nordeste da Bahia. Um dos presos é primo da vítima. De acordo com o delegado Paulo Jason Mello, chefe da 25ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Euclides da Cunha), o homem foi morto a pedradas depois de uma discussão. “O crime causou grande comoção e repercussão, dada a futilidade e as circunstâncias em que foi cometido, tendo em vista que os autores e a vítima bebiam juntos momentos antes”, relatou. Segundo a Polícia Civil, os mandados foram cumpridos na sede da Coorpin, onde a dupla permanece à disposição da Justiça. A ação contou com o apoio da Polícia Militar.

Bahia ultrapassa marca de 5 milhões de vacinados com 1ª dose e dose única contra a Covid-19

 
A Bahia ultrapassou nesta sexta-feira (2) a marca de 5 milhões de vacinados com primeira dose e dose única contra a Covid-19. Com 5.009.928 de imunizados, o que representa 45% da população com 18 anos ou mais a ser imunizada, estimada em pouco mais de 11 milhões [11.035.540], a Bahia é um dos estados do país com o maior número de vacinados, segundo a Sesab. “A Bahia é o estado do país que mais rápido aplica as vacinas, pois há uma sintonia entre a nossa operação logística, que distribui as doses para os 417 municípios em até 24 horas após a chegada da carga ao estado, com a estratégia de imunização dos gestores municipais, que inclui mutirões, drive thru e até vacinação na residência”, avalia o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

Batida entre carro e veículo funerário deixa uma pessoa morta na BA-052


Uma pessoa morreu durante um acidente envolvendo dois carros, um deles funerário, na BA-052, no trecho próximo à cidade de Anguera, a cerca de 150 km de Salvador, na manhã desta sexta-feira (2). O Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar não tem detalhes sobre como o acidente aconteceu, nem em qual dos veículos a vítima estava. Também não há informações sobre outros feridos. A rodovia precisou ser interditada, para a retirada dos dois veículos. Os carros ficaram completamente destruídos por causa da batida. O Corpo de Bombeiros foi acionado, porque a vítima ficou presa às ferragens. A PM também acionou o Departamento de Polícia Técnica (DPT), para fazer perícia no local.

Novas denúncias de corrupção tocam fogo no governo Bolsonaro

 

Corrupção que implique desvio de recursos públicos mata. Corrupção que implique em desvio de recursos públicos da área da saúde mata muito mais. Então o que dizer de corrupção com desvio de recursos públicos destinados à compra de vacinas para combate a uma pandemia que já matou mais de meio milhão de pessoas?

Se antes se procurava a marca de batom da corrupção na cueca do governo do presidente Jair Bolsonaro, agora foi encontrada marca de vacinas – uma comprada, mas não entregue, outra rejeitada.

No princípio era o verbo de Bolsonaro a dizer que a pandemia não passaria de um resfriadinho, morrendo apenas os que tivessem de morrer. Depois, o verbo rejeitou a compra de vacinas.

Ao decidir comprá-las, Bolsonaro foi alertado pelos irmãos Miranda no dia 20 de março último que o Ministério da Saúde compraria a preço superfaturado a vacina indiana Covaxin.

Na ocasião, o presidente revelou saber quem poderia estar por trás do negócio sujo – o deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara. E prometeu acionar a Polícia Federal.

Não acionou – foi o Ministério Público Federal quem o fez depois que soube da lama que ameaçava entupir os esgotos do ministério. E nem Bolsonaro afastou Barros da função de líder.

Barros sentiu-se à vontade para, juntamente com um lobista de Brasília, Sílvio Assis, no passado preso por outras falcatruas, oferecer propina para que Luiz Miranda, deputado, calasse o bico.

De Assis, 11 dias depois do seu encontro com Bolsonaro no Palácio da Alvorada, Miranda ouviu a oferta de 6 centavos de dólar por cada dose da Covaxin comprada – algo como 6 milhões de reais.

Em maio, na casa de Assis e na presença de Barros, a oferta foi renovada, como Miranda já contou a amigos e está disposto a contar à CPI da Covid-19 em sessão secreta.

Como corre atrás do prejuízo, somente ontem o governo anunciou a suspensão do contrato assinado para a compra de 20 milhões de doses da Covaxin que, por sinal, ainda não chegaram.

Também somente ontem, mas por outro motivo, o governo anunciou a demissão de Roberto Ferreira Dias, diretor do Departamento de Logística do ministério.

Luiz Paulo Dominguetti Pereira, um dos representantes no Brasil da empresa Davati Medical Supply, disse que deixou de vender vacinas ao Ministério da Saúde por recusar-se a pagar propina.

Ferreira Dias, segundo Pereira, cobrou-lhe propina no dia 25 de fevereiro durante jantar no restaurante Vasto, em Brasília, cinco dias após o encontro dos irmãos Miranda com Bolsonaro.

A Davati havia procurado o ministério para negociar 400 milhões de doses da vacina da AstraZeneca com uma proposta feita de US$ 3,5 por cada dose (depois disso passou a US$ 15,5).

Pereira com a palavra - “Eu falei [a Ferreira Dias] que nós tínhamos a vacina, e aí ele falou: ‘Olha, para trabalhar dentro do ministério, tem que compor com o grupo’. E eu falei: ‘Mas como compor’?

Aí ele me disse que não avançava dentro do ministério se a gente não compusesse com o grupo; se a gente conseguisse algo a mais tinha que majorar [aumentar] o valor da vacina.

Aí eu falei que não tinha como, mesmo porque a vacina vinha lá de fora e que eles não operavam daquela forma. Ele me disse: ‘Pensa direitinho, se quiser vender tem que ser dessa forma’”.

A forma: acrescentar 1 dólar ao preço de cada dose da vacina. A propina que o tal grupo ganharia seria de 1 bilhão de reais porque Ferreira Dias queria comprar 200 milhões de doses.

No dia do jantar regado a propina, o Brasil havia ultrapassado a marca dos 250 mil mortos pelo vírus. No dia seguinte, Pereira voltou a se encontrar com Ferreira Dias, dessa vez no ministério.

Esteve também com o coronel Elcio Franco, então secretário-executivo do ministério comandado, à época, pelo general Eduardo Pazuello. Sem pagamento de propina, não houve negócio.

Pazuello alegou problemas de saúde para deixar o ministério. Saiu reclamando de pressões políticas e de cobrança de “pixulé”. Ele e Franco, hoje, estão empregados no Palácio do Planalto.

Nada mais barulhento do que o silêncio de Bolsonaro sobre o escândalo que manchará para sempre a reputação do governo que se apresentava como o mais honesto da história do país. (Ricardo Noblat)

Homem morre atropelado por moto na BA-400, em Lamarão

Um homem morreu e outro ficou ferido na noite deste domingo (27), por volta das 19h, após um acidente de trânsito na BA-400, próximo ao povoado Maravilha, em Lamarão, na microrregião de Serrinha.

Segundo informações colhidas pelo PCS, Antônio de Jesus Pereira, de 62 anos, que residia no povoado Tanque do Meio, estava atravessando a rodovia quando foi atingido por uma motocicleta conduzida por Marco Antônio Batista do Rosário, de 20, morador da Fazenda Traíra.

Antônio Pereira não resistiu e morreu antes de ser socorrido. Já o motociclista foi socorrido por uma ambulância do município e levado ao Hospital Municipal de Serrinha. O estado de saúde dele é desconhecido.

Conta de luz: Aneel reajusta valor da bandeira tarifária vermelha 2 em 52%

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (29) o reajuste na bandeira tarifária vermelha patamar 2 - cobrança adicional aplicada às contas de luz realizada quando aumenta o custo de produção de energia. A cobrança extra passou de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 kWh consumidos – alta de 52%.

Nesta segunda-feira (28) o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, fez um pronunciamento na televisão em que afirmou que o país passa por um momento de crise hídrica e pediu uso "consciente e responsável" de água e energia por parte da população. O Brasil vive a pior crise hídrica dos últimos 91 anos

O reajuste contrariou a área técnica da agência, que havia recomendado uma alta maior na bandeira vermelha 2, de R$ 11,50 a cada 100 kWh consumidos, de forma a equilibrar a alta de custo da geração de energia.

O novo valor para a bandeira tarifária vermelha patamar 2 começa a valer em julho. A previsão é a de que a bandeira permaneça acionada até novembro, segundo a Aneel.

Tia de Lázaro Barbosa soube da morte dele pela televisão: ‘A gente sabia o fim, mas fica abalada do mesmo jeito’

A tia de Lázaro Barbosa, criminoso que foi baleado após uma megaoperação de 20 dias em Goiás, contou ao G1 que ficou sabendo da morte dele pela televisão, nesta segunda-feira (28). Ela mora em Barra do Mendes, no sudoeste da Bahia, mesma cidade onde o sobrinho nasceu.

Lázaro era procurado após a morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal, em 9 de junho. Além disso, ele também havia sido condenado por assassinatos e estupros, e era considerado foragido por uma série de crimes na Bahia, no Distrito Federal e em Goiás.

Lázaro morreu aos 32 anos, na manhã desta segunda, após ser atingido por vários disparos em Águas Lindas (GO), durante um confronto com policiais de uma força-tarefa. A polícia ainda não detalhou como foi o confronto.

A tia, Zilda Maria, contou que estava em uma agência de pagamentos de conta de luz, em uma cidade vizinha, quando ficou sabendo da morte de Lázaro pela televisão. Pelo celular, ela chegou a ver vídeos em que o criminoso aparece baleado, com sangue no abdômen e rosto, sendo carregado por policiais.

“Eu estava esperando atendimento, assistindo e vi na televisão. É uma coisa que a gente tem que se conformar, mas na hora que a gente vê as imagens… Eu estou abalada. Ainda não sei como está a mãe dele, mas ela não deve estar bem. Está com o celular desligado. Eu também não estou legal com essa notícia, mas a gente tem que aguentar”.

“A gente já sabia o final dele, depois de tudo isso, mas a gente fica abalada do mesmo jeito. Ele aprontou muito, cometeu crimes, mas é do nosso sangue. Em um momento da vida ele foi uma pessoa querida, então a gente sente”.

Zilda disse ao G1 que ainda não sabe o que a família vai fazer com o corpo, nem em que estado ele será sepultado.

“Ainda não sei como a gente vai fazer com o corpo, se vai enterrar lá ou aqui. Eu vi a imagem dele morto e na hora passou até a fome. Mas agora todo mundo vai viver em paz. Estava todo mundo com medo, até a gente aqui. Mesmo sabendo que ele não viria para cá, a gente perdia noites de sono”.

Lázaro morre após ser baleado durante troca de tiros com a polícia em Goiás

Após 20 dias de uma megaoperação, com mais de 270 policiais, Lázaro Barbosa, de 32 anos, morreu após ser baleado nesta segunda-feira (28), em Goiás.

As informações sobre prisão e morte foram divulgadas pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado.

“Acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso”, disse o governador Ronaldo Caiado.

“Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido”, completou o governador.

Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Ele também é acusado da morte de quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

As buscas começaram no dia 9 de junho, após o crime no DF. Na fuga, Lázaro roubou um carro e foi para a cidade de Cocalzinho de Goiás, a 80 km de distância. Desde então, foi perseguido pela força-tarefa policial pelas matas da região.

Drones, helicópteros, rádios comunicadores e até um caminhão com uma plataforma de observação elevada de videomonitoramento ajudaram nas operações. Cães farejadores também atuaram na caçada a Lázaro.

Durante a perseguição, ele invadiu ao menos 11 fazendas, trocou tiros e baleou moradores, dois policiais militares e um oficial da Força Aérea Brasileira (FAB), segundo informações da força-tarefa.

Ele também fez uma família refém em uma das fazendas – o casal e uma adolescente de 16 anos. Durante o sequestro, o criminoso exigiu que todos andassem em um córrego para não deixar rastros.

Durante as buscas, os policiais encontraram ainda um carro queimado e alguns objetos, como um lençol usado e um serrote. Todos os itens seguiram para a perícia.

Há 14 anos Lázaro acumulava passagens policiais, crimes e fugas de presídios, a começar pela cidade em que nasceu na Bahia, Barra do Mendes, onde é acusado de um duplo homicídio em 2007.

À época, segundo a Polícia Civil baiana, Lázaro ficou nove dias escondido numa mata e decidiu se entregar porque estava ferido. Ele fugiu dez dias depois.

Em 2011, Lázaro foi preso e condenado por roubo e estupro no DF. O crime foi cometido em 2009 por ele e um irmão, que morreu dois anos depois. Lázaro ficou na Penitenciária da Papuda (CPP), em Brasília. Ele chegou a fazer cursos de “empatia, sexualidade e para se colocar no lugar das vítimas”.

Condenado por roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo no DF, ele saiu em 2016 no indulto de Páscoa e não voltou mais.

Lázaro chegou a ser detido novamente em 2018, em Águas Lindas de Goiás, mas fugiu do presídio por um buraco no teto da cela, com mais quatro detentos. Ele foi o único do grupo a não ser recapturado.

Desde então, Lázaro é suspeito de assaltar chácaras em cidades goianas do Entorno e no Distrito Federal. Em Cocalzinho de Goiás, ele é investigado por matar um caseiro no fim de maio. Quatro dias depois, foi acusado de matar a família Vidal, em Ceilândia.