Polícia procura por suspeito de dopar e estuprar filha de 13 anos na Bahia

 

A Polícia Civil de Itapetinga, cidade do sudoeste da Bahia, procura um homem de 49 anos suspeito de dopar e estuprar a filha de 13 anos. Segundo informações da polícia, o caso foi denunciado pela mãe da vítima. 

A adolescente, que estava em São Paulo e foi visitar o pai em Itapetinga, tomou um açaí oferecido por ele e ficou sonolenta. Ao acordar, ela flagrou o homem mexendo nas partes íntimas dela. 

De acordo com a polícia, ao contar o caso para a mãe, a irmã mais velha da vítima também revelou que já foi vítima de abuso por parte do pai, quando ainda era menor de idade. A polícia informou que a adolescente chegou a ser submetida a exames e não foi confirmado o rompimento hímen, mas o suspeito vai responder por estupro de vulnerável. 

Ainda conforme a polícia, a menor está sendo assistida pelo Conselho Tutelar de Itapetinga. O caso é investigado na delegacia da cidade.

Homem é morto a tiros na zona rural de Água Fria

 

Um homem identificado apenas pelo apelido de "Ratão" foi morto a tiros na madrugada desta quinta-feira, 7, no povoado Malhado do Muro, zona rural de Água Fria, município localizado a 40 km de Serrinha.

De acordo com informações, a vítima morava na cidade vizinha de Lamarão e foi encontrada, por volta das 6h, com várias perfurações de arma de fogo na cabeça e nas costas. 

A autoria e motivação estão sendo investigados pela Polícia Civil. Segundo relatos, o homem praticava roubos na região.

Mulher morre afogada em açude em Serrinha

 

Foto: Reprodução/WhatsApp

Equipes do SAMU e da Polícia, foram acionados para deslocar até o povoado Murici, zona rural de Serrinha para atender um caso de afogamento.

A vítima, uma mulher de 55 anos, conhecida como Ritinha do Murici. 

Não se sabe ao certo o que aconteceu, se ela escorregou ou se teve um mal súbito e até mesmo, possa ter se desequilibrado e caído no açude.

O corpo foi recolhido e encaminhado ao IML, para exames de necropsia.

Serrinha: Duas Adolescentes e um jovem, ambos de 17, anos são apreendidos por tráfico de drogas

 

Por volta das 09:50 horas de ontem (7), durante realização de rondas no Bairro Ginásio, em Serrinha, populares informaram à guarnição da CETO que havia um homem comercializando drogas na rua Rua Abdon Costa. De posse dessa denúncia, efetuado o deslocamento, foi visualizado o acusado, que ao perceber aproximação da viatura, empreendeu fuga, porém ao se chocar com um portão, foi apreendido.

Procedida a busca pessoal, com ele foi encontrada uma mochila de cor preta com 05 (cinco) trouxas, tamanho grande, de erva semelhante à maconha. Ao ser questionado, o acusado informou que traficava drogas e que tinha alugado um quarto numa vila, para armazenamento da droga.

Diante desta informação, o acusado, de 17 anos, acompanhou a guarnição até o imóvel citado, onde se encontravam mais duas adolescentes, ambas de 17 anos, e um homem, que conseguiu evadir.

Realizada a varredura, foram localizados 02 (dois) tabletes de uma erva semelhante à maconha; 14(quatorze) trouxas grandes de erva semelhante à maconha; 01(uma) balança de precisão; 01(um) aparelho smartphone, marca Samsung; e R$ 16,00 (dezesseis reais) em espécie.

Diante dos fatos e circunstâncias, o acusado e as duas adolescentes, além do material e substância, foram apresentados à Delegacia de Polícia de Serrinha.

Fonte: ASCOM/BPM

Governador Rui Costa quer vacinação na Bahia em até 30 dias

 

O governador Rui Costa disse nesta quinta-feira (7) que a estimativa é iniciar a vacinação contra a Covid-19 na Bahia dentro de um prazo máximo de 30 dias. “Já estamos preparados. Conseguimos fazer a aquisição das seringas e dos refrigeradores. Só estamos esperando a liberação da vacina para iniciar a imunização”, afirmou Rui, destacando que a prioridade serão os profissionais das áreas de saúde e da segurança, além dos mais vulneráveis, como os idosos. O governador fez o anúncio no município baiano de Presidente Tancredo Neves onde entregou obras.

Em dezembro, o Governo do Estado comprou 19,8 milhões de seringas e agulhas. Ainda como parte do processo de preparação para vacinação, já foi concluída a licitação para compra de até 100 ultra refrigeradores capazes de armazenar vacinas a temperaturas inferiores a -70ºc.

Prefeito de Irecê formaliza intenção da compra de 20 mil doses de vacina Sinovac-Butantan

 

O prefeito reeleito do município de Irecê, Elmo Vaz (PSB), desde o dia 23 de dezembro do ano passado, está em contato com a Direção do Instituto Butantan na tentativa de adquirir 20 mil doses da vacina Sinovac para prevenir a Covid-19.

O gestor encaminhou um ofício direcionado ao Dimas Tadeu Covas, diretor geral do Instituto, formalizando a intenção de adquirir a vacina para iniciar a imunização dos mais vulneráveis.

Em contato com a assessoria do prefeito, foi informado que o Instituto já respondeu e solicitou outro documento do município para assinatura do prefeito, devendo entrar na fila de prioridades.

Vale lembrar que a vacina ainda não está disponível no Brasil, no entanto, o prefeito Elmo Vaz pretende garantir que Irecê receba as doses assim que sejam concluídos todos os trâmites.

Veja o oficio encaminhado

Alvo do ataque a tiros na praia de Jaguaribe era líder de facção criminosa


Apontado pela polícia como alvo do ataque na Praia de Jaguaribe, em Patamares, onde três pessoas morreram, Lucas Santos da Cruz, 27 anos, ocupava o cargo de liderança da facção Bonde do Maluco (BDM) na Boca do Rio. Ele era um dos gerentes do traficante Claudomiro Santos Rocha Filho, o Nicão, ex-7 de Copas do Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), morto em 2018.  

“Lucas era o braço direito de Nicão. Era o gerente e, por isso, considerado o segundo nome no grupo”, declarou o diretor do Departamento de Homicídios (DHPP), o delegado José Bezerra Júnior. Nicão comandava o tráfico na localidade do Cajueiro e também em Camaçari. “Ele e o grupo deram muito trabalho à polícia. Uma série de crimes foram imputados a eles, inclusive homicídios na Boca do Rio e adjacências”, disse Bezerra. 

Nicão morreu em outubro de 2018, quando emboscado em um carro ao passar pela Avenida Pinto de Aguiar, em Patamares. Na lógica, com a ausência definitiva de Nicão, Lucas, o segundo na hierarquia da facção, assumiria a liderança, mas não foi isso o que aconteceu. Lucas, que em 2015 foi preso por posse de arma de fogo, voltava à prisão após ter sido flagrado pela Polícia Militar com uma arma e drogas.

Quando a Justiça decretou sua liberdade, em março de 2019, Lucas voltou para a Boca do Rio acreditando que assumiria o posto que lhe era de direito, mas não conseguiu. “O espaço do Nicão foi ocupado por outro. Quando Lucas saiu, pode ter gerado algum conflito nesse sentido”, disse Bezerra, fortalecendo uma das hipóteses mais prováveis para o crime: um ataque fruto de rivalidade.

Diante da situação, Lucas teria feito uma aliança com um grupo rival, que vem tentando controlar todo o tráfico de drogas na Boca do Rio, e com isso promovendo diversos ataques ao reduto de Nicão, o Cajueiro. “Mas não posso afirmar pois estamos ainda apurando essa questão”, declarou Bezerra. 

Crime
Por volta das 15h desta terça-feira (5), banhistas se divertiam na Praia de Jaguaribe, quando um grupo de cinco homens armados invadiu a faixa de areia atirando. O alvo da ação era Lucas, que correu, mas foi alcançado e morto no local. A estudante de biomedicina na Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Juliana Celina da Santana Silva Alcântara, 20, e o adolescente, Igor Oliveira Lima Filho, 16, que não tinham nenhum envolvimento com os criminosos, estavam na linha dos tiros e acabaram sendo atingidos e mortos. 

A mãe de Juliana Celina estava na hora quando a filha foi baleada. “Diante da situação, ela passou mal”, disse Bezerra, esclarecendo que a mulher não foi baleada, conforme informação dada anteriormente por autoridades. Já André Luiz Cunha dos Santos, que também não tem envolvimento com a criminalidade, foi atingido e sobreviveu. Ele foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde passou por cirurgia.

Na manhã desta quarta-feira (6), o trecho onde ocorreu o ataque não tinha cadeiras, garçons, movimentação de ambulantes, sequer havia alguém tomando sol. Era um vazio na extensão da sempre cheia Praia de Jaguaribe. As marcas da violência ainda estavam na areia com os rastros de sangue das vítimas.

  
Marcas de sangue no calçadão da praia (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)


A barraca não abriu, mas o CORREIO conversou com um dos funcionários que foi ao local somente para limpar uma cadeira usada pela estudante de biomedicina Juliana Celina. Ela estava com a mãe e o primo sentados debaixo de um guarda-sol próximo onde Lucas e o seu grupo estavam. “Foi muito triste. Ela não teve nem reação para correr. Foi atingida ainda sentada”, disse ele.

O funcionário falou também que o adolescente Igor era cliente da barraca, que por várias vezes o adolescente comprava água de coco quando terminava o futevôlei. “O menino estava na hora com a bola. Ele e a menina (Juliana Celina) estavam na linha de tiro, infelizmente”, desabafou. 

Tiros
Funcionários de barracas de praia do entorno contaram que Lucas e outros quatro rapazes chegaram com um cooler para beber numa barraca, cujo nome foi preservado por garantia da segurança dos funcionários e frequentadores. Como nesta terça-feira (05) não estava funcionando, Lucas e os demais foram beber em outra barraca de praia.

“Eles chegaram tranquilamente, se sentaram mais próximo à água e começaram a beber. Ainda não tinham consumido nada. Não demorou muito quando dois homens vieram caminhando do lado e um deles disse para o alvo (Lucas): ‘Você vai morrer agora’. E começou a atirar”, relatou o garçom, que preferiu não revelar o nome. 

Ainda de acordo com ele, no domingo, Lucas e os mesmos rapazes que estavam com ele nesta terça, estavam na Praia de Jaguaribe neste último domingo. “Todos eles estavam sentados na mesma barraca que procuraram na terça, mas que estava fechada”, contou.  

Medo
Apesar do episódio da tarde de terça, algumas pessoas foram à Praia de Jaguaribe. O CORREIO conversou com os banhistas e a maioria disse que estava com medo e relataram a ausência de policiais, como foi o caso da empregada doméstica Maria do Carmo Santos da Paixão, 50. “Estou aqui, mas morrendo de medo. Pensei que aqui haveria polícia circulando, mas não vi um PM sequer. Normalmente quando tem esses casos de repercussão, eles aumentam o efetivo, mas até agora nada”, disse ela, moradora do Rio Vermelho. 

A funcionária pública estadual Valdilene Anjos, 48, moradora do Cabula, contou que só foi à praia porque ela e a filha precisavam sair de casa, uma vez que elas vêm cumprindo à risca o isolamento social devido à pandemia. “Já não aguentávamos mais ficar em casa. Já tínhamos combinado vir hoje, porque ela (filha) estava de férias dos cursos de inglês e balé”, argumentou. 

Já gerente comercial Marina Ikissima, 43, disse que o ataque que deixou mortos e feridos na praia foi algo pontual, mas ponderou a falta de segurança. “Isso pode acontecer em qualquer lugar. A gente não pode deixar de sair achando que algo pode acontecer. Mas é notório que falta segurança em Salvador”, declarou. 


 

Cantor Genival Lacerda morre aos 89 anos vítima do coronavírus

 

Mais um importante artista brasileiro morreu por conta da covid-19. O cantor Genival Lacerda morreu, aos 89 anos, na manhã desta quinta-feira (7). Ele estava internado na UTI desde o dia 30 de novembro e, segundo recentes comunicados da assessoria de imprensa dele, seu estado era grave e ele respirava com a ajuda de aparelhos.

A informação da morte foi compartilhada pelo filho do cantor, Genival Lacerda Filho, em breve mensagem no Instagram. "Painho faleceu", disse em seus stories.

"O quadro de saúde de Genival Lacerda  continua grave, com pneumonia severa, ainda sem apresentar melhoras. A pressão arterial está controlada e os rins funcionando bem.", dizia o boletim divulgado no último domingo (20).

No dia 8 de dezembro Genival teve a pressão arterial e as taxas normalizadas, além de cessão da febre. De acordo com a assessoria de imprensa do artista, com a boa nova ele teve inclusive redução na sedação.

Internação
No último 30 de novembro, Genival Lacerda foi internado na UTI após testar positivo para a covid-19. Em meados de maio, o cantor já tinha passado pelo hospital e sido internado após sofrer um AVC. Segundo o Jornal do Comércio, o cantor paraibano estava em casa quando passou mal.

Polícia Civil de Araci cumpre mandado e apreende dinheiro e arma

 

Mais de R$ 420 mil, em cheques e notas promissórias, além de R$ 7 mil em dinheiro, arma e munições foram apreendidos, na manhã desta quarta-feira (6), por policiais do Serviço de Inteligência (SI) da Delegacia Territorial (DT) de Araci, com o apoio de equipes da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha).

O material estava num imóvel pertencente a um homem de 43 anos, no bairro Contel, em Araci, onde a polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão. O delegado Thiago Pessoa, titular da DT/Araci, informou que o proprietário do material encontrado responderá por porte ilegal de arma de fogo e crime contra a economia popular.

No imóvel, foram encontradas uma pistola calibre 380, mais de 60 munições, três carregadores de pistola, R$ 7 mil reais em cédulas, R$ 228,5 mil em cheques e mais de R$ 200 mil em notas promissórias. Toda apreensão será encaminhada para perícia técnica. 

Ação apreendeu pistola calibre 380 e mais de 60 munições

Quadrilha que alugava carros em outros estados e vendia na BA é presa em Ribeira do Pombal

 

Um esquema criminoso que alugava veículos em outros estados e revendia por preços mais baixos, na Bahia, foi descoberto, na tarde de terça-feira (5), por equipes da Delegacia Territorial de Ribeira do Pombal e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Nordeste. Quatro automóveis com restrição de roubo foram recuperados na Fazenda Valença, na cidade de Ribeira do Pombal. De acordo com o comandante da CIPE Nordeste, major PM Wellington Morais, três suspeitos foram conduzidos.

Acabaram localizados um Jeep Renegade placa QQW7B49, um HB20 placa QUS-9498, um Fiat Mobi placa PZS-9069 e um Sandero placa QUQ 5033. Segundo o titular da Delegacia Territorial (DT) de Ribeira do Pombal, delegado Thiago Alves Cunha, alguns veículos eram comercializados em grupos de aplicativo e sites por preços muito abaixo do valor de mercado. “Um automóvel avaliado em mais de R$ 50 mil era revendido por menos de R$ 10 mil”, detalhou.

Os envolvidos responderão por receptação de veículo roubado e organização criminosa.

Segundo delegado, automóvel avaliado em mais de R$ 50 mil era revendido por menos de R$ 10 mil

Em intervalo de 15 minutos, dois homens são mortos a tiros em Retirolândia

 

Dois homens morreram baleados em um intervalo de 15 minutos no fim da tarde desta terça-feira (5) na cidade de Retirolândia, na região do Sisal. A Polícia Civil investiga se há relação entre os dois crimes.

De acordo com informações colhidas pela reportagem, um trio passou atirando, por volta das 17h40, na Rua Adelídio Martins dos Santos, próximo ao estádio municipal. Na ação, o operador de máquinas Fábio Paulo Santana, de 27 anos, conhecido como "Fabinho", que estava em frente à casa onde morava, foi morto. 

Homem de 27 anos foi morto perto do estádio municipal. Polícia investiga relação com outro crime

Em análise preliminar, a polícia contabilizou sete tiros efetuados. O homem chegou a ser levado para o hospital local, mas morreu antes de receber atendimento médico.

Quinze minutos mais tarde, outro homem foi morto a tiros no contorno da cidade, a poucos metros de um posto de combustíveis. A vítima foi o mecânico Wellison Mota Cunha, de 20 anos, conhecido como "Pinguim". A quantidade de tiros que o atingiram não foi revelada.

Os corpos foram encaminhados para realização de necropsia no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Serrinha. Não há informações sobre a motivação do crimes.

Outra vítima foi baleada no contorno da cidade


Valente: Adolescente tem perda parcial da visão e família faz 'vaquinha' para que ele não fique cego

 

Um adolescente de 15 anos, que mora em Valente, cidade localizada no território do Sisal, perdeu a visão do olho esquerdo e a família luta para que ele não fique cego. Cristian Gabriel tem ceratocone, uma doença genética que afeta a estrutura da córnea e compromete a visão. A doença foi descoberta em 2020 e em 4 meses, ele perdeu completamente a visão do olho esquerdo. Diante do avanço do problema, a corrida da família é para tentar salvar o olho direito.

Cristian vai passar por cirurgia em São Paulo, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas a família precisa de ajuda para custear a viagem para a capital paulista e a hospedagem. Além disso, depois de operar, Cristian vai precisar usar uma lente que custa cerca de R$ 4 mil. Uma conta que a família não tem como pagar. Já que o marido da mãe dele está desempregado e é como vendedora ambulante que a a mãe do adolescente sustenta os três filhos.

"A gente não tem condições de comprar a lente. Eu vivo de ambulante. Quem quiser, pode me ajudar com qualquer coisa. Não quero nada além do que meu filho precisa. Sou mãe, não posso me acomodar e deixar meu filho ficar cego", diz Tatiane Souza, mãe do adolescente. Cristian Gabriel passou por diversos exames que fazem parte do processo pré-operatório. A viagem para a realização da cirurgia está marcada para 22 de janeiro.

"Foi recomendado um transplante lamelar interior profundo, com transplante de uma camada da córnea e esse transplante é recomendado que se faça com laser e outras técnicas associadas sendo encaminhado esse paciente a serviços de maior porte o que é realizado fora do nosso estado", explicou o médico oftalmologista Hermelino Oliveira. As informações são do G1/Bahia.

Brasil está quebrado e eu não consigo fazer nada, diz Bolsonaro

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira (5) que o Brasil está quebrado e que ele não consegue fazer nada. Ele disse ainda que a pandemia de Covid-19 tem sido "potencializada pela mídia".

"Chefe, o Brasil está quebrado, e eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, teve esse vírus, potencializado por essa mídia que nós temos. Essa mídia sem caráter. É um trabalho incessante de tentar desgastar para tirar a gente daqui e atender interesses escusos da mídia", disse o mandatário para um grupo de apoiadores na parte externa do Palácio da Alvorada.

As declarações do presidente destoam de posições apresentadas publicamente pela equipe econômica, que tem batido na tecla de que a atividade econômica do país está em plena recuperação, o que trará resultados positivos para a arrecadação de impostos.

Membros do Ministério da Economia ainda têm demonstrado confiança de que será possível avançar com a agenda de reformas estruturantes no Congresso, o que poderá dar um impulso a mais nas contas do governo e abrir margem no Orçamento para despesas com investimentos e programas sociais.

O discurso otimista vem sendo repetido pelo ministro Paulo Guedes (Economia) nos últimos meses. Segundo ele, a economia do Brasil está voltando em "V", de forma mais acelerada do que em outros países. O argumento do ministro é que o governo tem condições de fazer reformas, acelerar privatizações e cumprir o teto de gastos, regra que limita o crescimento das despesas públicas à variação da inflação.

Em outras ocasiões, o presidente já havia afirmado que o Brasil estava quebrando. Ele tem declarado que o país não tem condições de manter o auxílio emergencial -encerrado em 31 de dezembro- por conta do cenário fiscal e do aumento do endividamento com gastos gerados no enfrentamento do coronavírus.

Ele também tem culpado políticas de isolamento social adotadas por governadores como corresponsáveis pela crise econômica do país.

O presidente se referiu ainda em sua fala à promessa de atualização da tabela do IR, mas a ideia nunca saiu do papel.
No Ministério da Economia a afirmação de Bolsonaro não foi interpretada como uma afronta às posições de Guedes. Pessoas próximas ao ministro afirmam que, apesar do tom mais duro da declaração, ela está alinhada com o que Guedes pensa.

Membros da pasta dizem que é correta a avaliação de que a situação fiscal do país é crítica e que medidas que gerem ampliação de gastos públicos não podem ser adotadas agora.

Segundo auxiliares do ministro, o governo, de fato, não tem dinheiro sobrando em caixa e não é possível, por exemplo, pensar no pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial ou outras ações que gerem perda de receita.

A equipe econômica só aceita debater uma ampliação da faixa de isenção do Imposto de Renda em uma discussão ampla de reforma tributária. Essa renúncia de arrecadação teria de ser compensada com outras ações, como por exemplo a tributação sobre a distribuição de dividendos.

Bolsonaro já culpou a imprensa em outras ocasiões por, segundo ele, disseminar o pânico durante a pandemia.
A Covid-19 já matou quase 200 mil pessoas no Brasil. O número de infectados é superior a 7,7 milhões, segundo o consórcio de veículos de imprensa que compila dados de secretarias estaduais.

Na segunda, Bolsonaro fez piada com o uso de máscara de proteção facial, defendida por especialistas como importante para conter a disseminação do vírus.

Em tom irônico, o presidente disse que usou o equipamento enquanto mergulhou no recesso no litoral paulista para "não pegar Covid nos peixinhos".​ Bolsonaro fez uma ironia com o fato de veículos de comunicação terem destacado que ele não usou máscara quando causou aglomeração no mar de Praia Grande (SP) em 1º de janeiro.

"Sabia que o tio estava na praia nadando de máscara? Mergulhei de máscara também, para não pegar Covid nos peixinhos", ironizou o presidente.​