Decreto estadual proíbe venda de bebida alcoólica no fim de semana e no São João

 

A venda de bebida alcoólica segue proibida no próximo fim de semana e no período junino em toda a Bahia. O Governo do Estado decidiu suspender a comercialização de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, das 18h de 18 de junho até as 5h de 21 de junho e também das 18h de 23 de junho até as 5h de 28 de junho. A medida, que tem o objetivo de evitar a propagação da covid-19, será publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (15).

Na Região Metropolitana de Salvador (RMS), a proibição da venda de bebida alcoólica será das 20h de 18 de junho até as 5h de 21 de junho, bem como das 20h de 23 de junho até as 5h de 28 de junho. A determinação envolve os municípios de Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, Salvador, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Vera Cruz.

A comercialização de bebida alcoólica no fim de semana será liberada somente em municípios integrantes de regiões de saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI vier a se manter igual ou inferior a 75%, por cinco dias consecutivos.

O decreto desta terça-feira (14) também prorroga a restrição da locomoção de pessoas das 21h às 5h, em todo território baiano, até 29 de junho. Nos municípios localizados nas regiões da Chapada Diamantina, Oeste, Irecê, Jacobina, Sudoeste e Extremo-Sul, o toque de recolher vale das 20h às 5h.

Na RMS, a restrição de locomoção noturna será das 20h às 5h, no período de 18 a 20 de junho e também entre os dias 23 e 28 de junho. Nos demais dias, o toque de recolher permanece das 22h às 5h.

Nos municípios integrantes das regiões de saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI vier a se manter igual ou inferior a 75%, por cinco dias consecutivos, a restrição na locomoção noturna será válida das 22h às 5h.

Transporte
A circulação dos meios de transporte metropolitanos será suspensa das 20h30 às 5h, de 18 a 20 de junho e de 23 a 27 de junho. Nos demais dias, os meios de transporte metropolitanos não circulam das 22h às 5h, até 29 de junho.

Os ferry boats não vão circular nos dias 19, 20, 26 e 27 de junho. Já nos dias 18, 23, 24, 25, a circulação ficará suspensa das 20h30 às 5h. Nos dias 15, 16, 17, 28 e 29, os ferry boats não funcionam das 22h30 às 5h.

As lanchinhas não circulam das 20h30 às 5h, nos dias 18, 19, 20, 23, 24, 25, 26 e 27. Já nos dias 15, 16, 17, 28 e 29, as lanchinhas não funcionam das 22h30 às 5h. A ocupação deve ser limitada ao máximo de 50% da capacidade da embarcação nos dias 19, 20, 26 e 27 de junho.

Aulas
As unidades de ensino públicas e particulares podem manter as atividades de forma semipresencial. Para que isso ocorra, é necessário que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid esteja abaixo de 75%, por cinco dias consecutivos, nas regiões de saúde.

Além disso, as atividades letivas devem ficar condicionadas à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e ao atendimento dos protocolos sanitários estabelecidos.

Eventos e shows
Os eventos e atividades que envolvam aglomeração de pessoas continuam proibidos até 29 de junho, em todo o território baiano, independentemente do número de participantes. Segue suspensa ainda, até 29 de junho, a realização de shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes, além de atividades esportivas amadoras.

Os eventos exclusivamente científicos e profissionais podem ocorrer com público limitado a 50 pessoas. Já os atos religiosos litúrgicos ficam permitidos mediante a ocupação máxima de 25% da capacidade do local. O funcionamento das academias também permanece autorizado mediante a ocupação máxima de 50%.

Continua vedada, em todo o território baiano, a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras até 29 de junho, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações.

Líder de seita com 39 esposas e 94 filhos morre aos 76 anos na Índia

Ziona Chana, chefe de uma seita cristã na Índia que permite a poligamia | Foto: Adnan Abidi/Reuters/Arquivo

O líder de uma seita poligâmica morreu neste domingo (13), na Índia, aos 76 anos. Ele deixou 39 esposas e 94 filhos, confirmaram nesta segunda (14) as autoridades locais. Ziona Chana era hipertenso e tinha diabetes. A causa da morte não foi divulgada.

Chana dizia ser o chefe da “maior família do mundo” e despertava curiosidade pela sua forma de vida. O governador de Mizoram – estado que faz fronteira com Bangladesh –, lamentou a morte do patriarca em uma rede social.

Com um total de 167 membros, a família é uma das maiores do mundo – perde talvez apenas para os Blackmore, mórmons do Canadá, com 178 membros entre esposas, filhos e netos.

Todos os membros da família Chana vivem juntos em uma ampla construção de quatro andares e mais de 100 quartos.

Família de Ziona Chana em foto tirada em 2011 | Foto: Adnan Abidi/Reuters/Arquivo

A seita Chana foi fundada pelo pai de Ziona em 1942 e tem centenas de famílias filiadas. Ziona se casou pela primeira vez com 17 anos e afirmava ter se casado com dez mulheres em um único ano.

Sua filosofia é baseada nos princípios cristãos, apesar do fato de que os líderes da Igreja Presbiteriana, a principal fé no estado, rejeitam a poligamia de Chana.

As mulheres de Chana compartilhavam um dormitório perto de seu quarto de dormir, e moradores disseram que ele gostava de ter sete ou oito ao seu lado o tempo todo.

Apesar do tamanho da família, o patriarca disse em entrevista à agência de notícia Reuters em 2011 que queria que ela crescesse ainda mais.

Várzea da Roça: Festa com corrida de cavalos e homenagem a prefeito causa aglomeração

 

Uma festa ocorrida dentro de um haras, e que contou com uma corrida de cavalos, na cidade de Várzea da Roça, provocou aglomeração neste domingo (13). O evento teve participação do prefeito da cidade, Danillo Sales (PCdoB), que foi um dos homenageados pelos organizadores do evento.

De acordo com o gestor, a festa foi privada e aconteceu com entrada apenas para convidados. Ainda segundo Danillo Sales, os organizadores controlaram o acesso de pessoas ao local, mas durante o momento da corrida de cavalos, parte da população da cidade invadiu o espaço para assistir à disputa entre os animais.

O prefeito também alegou que funcionários do evento forneceram máscara e álcool em gel, embora as imagens mostrem várias pessoas sem usar o equipamento de proteção.

Os responsáveis pelo Haras Buriti, onde o evento ocorreu, informaram que o evento teve entrada controlada, mas que algumas pessoas invadiram o local através de um matagal. Também informaram que a festa teve autorização da prefeitura.

Vale lembrar que eventos de qualquer natureza e com qualquer tamanho de público estão proibidos na Bahia por decreto do Governo do Estado.

Caso Drº Andrade: Linha de investigação apura se suspeito usava CRM de outra pessoa

 

A Polícia Civil da Bahia investiga se médico Geraldo Freitas Junior, que confessou matar colega de profissão, o acreano Andrade Lopes Santana, 32 anos, usou o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) com nome de outra pessoa para atender pacientes na cidade de Santa Terezinha (BA). A informação foi divulgada pelo coordenador de polícia da região, delegado Roberto Leal, nesta segunda-feira (14), durante o programa Bahia Meio Dia, da TV Subaé.

“Todo médico estrangeiro recebe uma autorização do Ministério da Saúde apenas para trabalhar no serviço Mais Médicos. Ele poderia trabalhar apenas nessa situação. Contudo, já há informações juntadas aos autos, de que ele, usando o CRM de outro médico, exerceu funções na cidade de Santa Terezinha. Nós estamos aprofundando as investigações e inclusive vamos ouvir o médico titular do CRM, para que ele esclareça mais sobre essa situação do médico investigado”, explicou.

Roberto Leal disse que até o momento a polícia ainda não descobriu a motivação do crime e que não descarta a participação de outras pessoas no crime. "Várias pessoas ainda serão ouvidas. A Polícia Civil não acreditou na versão apresentada pelo investigado. Nos fatos narrados há muitas inconsistências principalmente em relação a esse planejamento citado por ele entre Andrade e Alan, que poderiam estar planejando a sua morte".

Segundo Roberto, é preciso também esclarecer se havia algum tipo de dívida em relação aos dois. "Vamos ver se havia algum tipo de problema em função dessa situação, do médico investigado não possuir o CRM, então tudo isso a gente vai investigar, inclusive se o médico investigado estaria usando em algum momento o CRM tanto do médico que foi testemunha, bem como de Andrade", acrescentou.

PM encerra festa com cerca de 100 pessoas em sítio na Bahia e conduz organizador à delegacia

 

A Polícia Militar acabou com uma festa clandestina com aproximadamente 100 pessoas na madrugada deste sábado (12) em um sítio na comunidade Cachoeirinha, zona rural de Caetité, no sudoeste da Bahia. Segundo a PM, o responsável pela organização da festa foi conduzido à delegacia local. Por causa da pandemia do Coronavírus, eventos e atividades que geram aglomeração de pessoas continuam proibidos até 15 de junho, em todos as cidades da Bahia, independentemente do número de participantes. Além disso, vigora em todo o estado a restrição da locomoção noturna de pessoas – na região de Caetité, a medida é válida das 20h às 5h. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), na sexta-feira (11), a Bahia registrou 127 mortes e 4.146 novos casos da Covid em 24 horas. Segundo a Sesab, o estado já contabilizou mais de 1 milhão de casos e mais de 22 mil óbitos pela doença desde o começo da pandemia.

Menino estava internado esperando para realizar procedimento de remoção da moeda | Foto: Arquivo Pessoal/Murilo Silva Moraes

Moeda ficou entalada na garganta de menino de 8 anos | Foto: Arquivo Pessoal/Murilo Silva Moraes

Um menino de 8 anos que engoliu uma moeda conseguiu retirar o objeto por meio de um procedimento médico, após cerca de 18 horas com o item entalado na garganta. Miguel Carvalho Moraes, morador de Registro, no interior paulista, foi transferido para um hospital, onde fez uma endoscopia. O pai disse ao G1 nesta sexta-feira (11) que acredita que o caso tenha sido um “milagre”, e conta que o filho está arrependido.

“[Meu filho] já está arrependido de ter brincado com a moeda. O nosso sentimento, meu e da minha esposa, é que Deus existe, porque foi um milagre. Ver ele saindo do hospital e andando bem é um milagre de Deus”, descreve Murilo Silva Moraes, de 30 anos.

O incidente com a moeda ocorreu na noite da última quarta-feira (9). Segundo Moraes, ele e a família estavam em casa, por volta das 21h, quando o filho foi até ele e contou que havia engolido a moeda. O menino estava sem ar e assustado, e precisou ser salvo pelo pai, que fez a manobra de Heimlich para tentar desengasgá-lo.

“Ele estava sem ar e muito assustado. Eu fiz a manobra para ver se conseguia retirar a moeda, mas não consegui”, explica. Diante da situação, o pai levou o menino para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde foi constatado por um exame de raio-X que ele estava com a moeda presa na região do pescoço.

Menino estava internado esperando para realizar procedimento de remoção da moeda | Foto: Arquivo Pessoal/Murilo Silva Moraes


A equipe médica decidiu interná-lo e tentar transferência para outro hospital, já que a unidade não realiza a endoscopia. Os dados do menino foram inseridos na Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (Cross), e ele conseguiu vaga na tarde desta quinta-feira (10). Neste período ele não conseguia se alimentar e tinha dificuldade para respirar.

Segundo Moraes, o menino foi transferido por volta das 14h30 para o Hospital Regional de Registro, e o procedimento começou por volta das 15h. Ele precisou fazer uma endoscopia e ficou na unidade até o efeito da anestesia passar, recebendo alta por volta das 17h.

Para o pai, o momento foi de alívio, e a família ficou em alerta. Ele conta que conversou com o filho, que comentou que não imaginava que a moeda causaria sofrimento por tantas horas. “Foram 18 horas de agonia. Graças a Deus, ele teve alta”, finaliza.

Associação de Bares e Restaurantes entra na Justiça por reparação contra Estado da Bahia, Salvador e mais 10 municípios

Trabalhadores de bares e restaurantes protestam contra medidas restritivas | Foto: UGT/Divulgação – 31/01/2021

Segmento diretamente impactado pelos decretos e medidas impostas pelos governos estaduais e municipais em todo país, os bares e restaurantes decidiram acionar a justiça para pedir indenização pelas baixas sofridas com as restrições de funcionamento.

A ação é encabeçada pela Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), responsável por ações civis públicas em 26 estados e o Distrito Federal, além de 275 municípios onde a entidade possui estabelecimentos associados.

Até então, o setor estava solicitando aos governos medidas de apoio como flexibilização trabalhista e crédito. A nova iniciativa mostra um caminho diferente a ser seguido pela associação.

Procurado pelo Bahia Notícias, o presidente executivo da Abrasel na Bahia, Luiz Henrique do Amaral, afirmou que no primeiro momento o objetivo das ações é “o reconhecimento e reparação do impacto causado desproporcionalmente ao segmento de bares e restaurantes”.

“Estamos discutindo se as medidas tomadas foram lícitas ou não. E estamos buscando o direito em relação a clareza que as perdas foram provocadas pelos atos dos decretos dos estados e municípios. Portanto, cabe a eles a responsabilidade da reparação, já que fomos afetados diretamente por todos esses decretos”, disse Luiz Henrique.

O presidente também disse que as ações na Bahia não estarão limitadas ao governo do estado. “Estamos acionando o governo do estado, a prefeitura de Salvador, Porto Seguro, Camaçari, Ipiaú, Candeias, Lauro de Freitas, Mata de São João, Cairu, Jacobina, Santo Antônio de Jesus e Amélia Rodrigues”, listou.

Questionado sobre qual modelo seria adotado para calcular as indenizações, ele pregou cautela e sinalizou que avaliações serão feitas após o reconhecimento do impacto.

“Na sequência desse reconhecimento, a gente possa fazer as avaliações de cada associado mostrando seus danos materiais ocorridos e de que maneira será feito esse ressarcimento”.

Procurada pela reportagem, a prefeitura de Salvador disse que ainda não tem conhecimento da ação na justiça, a nível local, e afirmou que “todas as ações tomadas com relação a medidas restritivas são comunicadas e discutidas com o setor. O setor está presente em todas as reuniões”.

O Bahia Notícias teve acesso ao processo, que tem como órgão julgador a 6ª Vara da Fazenda Pública de Salvador. No documento, a Abrasel afirma que “independente da licitude dos atos normativos regulamentados pelos entes estatais, sendo necessária a respectiva reparação. Em razão disso, vêm as partes Demandantes, por meio desta ação civil pública, requerer em juízo reparação através de indenização a título de danos materiais, conforme passam a expor”.

O processo pede que o estado da Bahia e os municípios citados sejam intimados “a apresentar as evidências científicas que embasaram a adoção dos decretos”.

Dupla é presa após assalto em salão de beleza em Valente

 

Em uma ação rápida, policiais da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha) e das Delegacias Territoriais de Valente e de Retirolândia prenderam uma dupla de assaltantes, horas após o roubo em um salão de beleza ocorrido na Rua José de Alencar, no Centro de Valente, na manhã desta sexta-feira (11). Paulo Ricardo Santos da Silva e Caio Vitor Borges da Silva de Oliveira, ambos de 20 anos, utilizavam uma pistola de ar comprimido e estavam em uma motocicleta roubada.

Quatro aparelhos celulares das vítimas e a motocicleta com restrição de roubo foram recuperados durante a prisão dos autores, no povoado Coreia, zona rural do município vizinho de Retirolândia. Os proprietários dos celulares podem ir à Delegacia Territorial de Valente e, mediante apresentação de documentos que comprovem a propriedade, retirar os aparelhos.

O coordenador regional de Serrinha, delegado Fábio Nobre, destacou a importância do cadastramento dos aparelhos no Alerta Celular, no site www.alertacelular.ssp.ba.gov.br, para facilitar a recuperação em casos de perdas, furtos e roubos.

“Com o cadastramento no site e o registro do IMEI, em caso de perda e roubo o proprietário poderá registrar um alerta no próprio site. Dessa forma, a polícia terá mais facilidade e agilidade na localização e devolução desse produto”, explicou. A dupla foi autuada em flagrante e está à disposição do Poder Judiciário. A motocicleta será encaminhada para perícia.

Pesquisa XP/Ipespe: Lula abre nove pontos de vantagem sobre Bolsonaro no 2º turno

 

A pesquisa XP/Ipespe realizada neste mês aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou vantagem na disputa pelo Executivo Federal contra o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em um eventual segundo turno.

De acordo com informações do colunista Guilherme Amado, do portal Metrópolis, o petista abriu nove pontos de vantagem sobre Bolsonaro. No levantamento anterior, a diferença entre ambos era de dois na última pesquisa. Lula foi de 42% para 45% enquanto o capitão reformado do exército caiu de 40% para 36%.

Também segundo a publicação, o ex-presidente aparece quatro pontos à frente de Bolsonaro no primeiro turno. Ele saltou três pontos desde o último levantamento, indo a 32%, enquanto Bolsonaro perdeu um ponto, chegando a 28%.

O apontamento indica que o ex-deputado federal Ciro Gomes (PDT) foi o postulante ao Planalto que mais perdeu intenção de votos, passando de 9% para 6%. Já o ex-juiz federal, e ex-ministro do governo Bolsonaro, Sergio Moro foi de 8% para 7%, enquanto o apresentador Luciano Huck passou de 5% para 4%.

O atual presidente agora aparece numericamente atrás também de Gomes - que tem 41% contra 37%. Portanto, seria derrotado tanto por Lula quanto pelo pedetistas. Por fim, na pesquisa espontânea - quando os nomes dos candidatos não são apresentados aos entrevistados - Lula e Bolsonaro aparecem empatados com 24%.

A pesquisa registra 8% de votos brancos e nulos e 36% que não responderam. Os demais candidatos juntos totalizam 8%. Mil pessoas participaram da pesquisa realizada por telefone, com pessoas de todo o País, nos dias 7, 8, 9 e 10 de junho. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

Bolsonaro atinge pior avaliação desde maio de 2020, aponta pesquisa XP

 

A avaliação negativa do governo de Jair Bolsonaro se consolidou, aponta levantamento  feito pela XP/Ipespe. A pesquisa mostra que 50% consideram a administração federal ruim ou péssima. Este dado é um ponto superior ao do levantamento feito em maio, mas representa o pior da série histórica, igualando a marca de maio de 2020. Desde outubro, essa avaliação só tem caído, passando de 31% para os 50% atuais. Ao todo, foram feitas 1.00 entrevistas, entre os dias 7 e 10 de junho, com margem de erro de 3,2 pontos percentuais.

No cenário eleição para 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece quatro pontos porcentuais à frente de Bolsonaro. A vantagem é de 32% contra 28% do presidente. Na pesquisa passada, Lula e Bolsonaro apareciam empatados com 29%. Essa vantagem, porém, está dentro da margem de erro. Sérgio Moro caiu de 8% para 7%, Ciro Gomes de 9% para 6% e Luciano Huck de 5% para 4%.

Na simulação de segundo turno, porém, a diferença de Lula se acentuou em relação a Bolsonaro, chegando a nove pontos. Lula tem 45% contra 36% Bolsonaro. Na pesquisa passada, a diferença era apenas de 42% a 40%. Bolsonaro também perde numericamente no confronto de segundo turno para Ciro Gomes, por 41% a 37%.

Houve uma pequena melhora na percepção sobre os rumos da economia, com 29% acreditando que a economia está no caminho certo, contra os 26% indicados pela pesquisa anterior. Mesmo assim, os números ainda são francamente ruins em relação ao tema, já que 60% seguem avaliando que os atuais rumos são errados. O temor em relação à pandemia do coronavírus também baixou. Dessa vez, 45% disseram estar com muito medo do surto de coronavírus contra 50% do levantamento passado.

Jovem de 22 anos é assassinado a tiros no meio da rua em Serrinha

 

Um jovem de 22 anos foi assassinado a tiros no meio da rua por volta das 18h50 desta quinta-feira (10) em Serrinha. O crime aconteceu na Avenida Manoel Novais, próximo ao ponto de saída para Araci. Este é o décimo homicídio do ano na cidade.

Segundo a polícia, testemunhas disseram que Ítalo Mercês dos Santos foi morto com tiros de espingarda calibre 12 por um homem que chgegou a pé. Ele estaria em frente a sua residência, falando ao telefone, quando os disparos foram feitos. O Samu chegou a ser acionado, mas a vítima já estava morta e o corpo foi retirado por agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Segundo a polícia e informações de testemunhas, o homicídio pode ter envolvimento com uma disputa por tráfico de drogas. O caso foi registrado na delegacia de Serrinha para ser investigado.

Testemunhas contaram que ele foi morto por dois homens que passaram de moto

Polícia Civil desmonta furto de energia que abastecia propriedade rural em Nova Soure

 

Uma denúncia encaminhada à polícia, relacionada a furto de energia elétrica, levou a equipe da Delegacia Territorial (DT), de Nova Soure, a uma propriedade rural, localizada no povoado Raso, zona rural da cidade, onde o crime vinha ocorrendo. 

O delegado Plínio Monteiro, titular da DT/Nova Soure, informou que encontrou irregularidades como falta do medidor de energia e instalações realizadas sem o laudo técnico da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba).

Ainda de acordo com o delegado, a estrutura alimentava um sistema que captava água para irrigar as plantações da propriedade. Representantes da empresa distribuidora de energia e do Departamento de Polícia Técnica (DPT) participaram da ação. 

Toda a rede elétrica irregular foi retirada. "O meio utilizado foi uma ligação clandestina do poste até o padrão de entrada, o qual não possuía relógio medidor. O proprietário foi localizado e confessou a fraude", explicou o delegado. 

Funcionários da empresa informaram que o proprietário – identificado pelas iniciais D. L. S, de 53 anos – já havia sido flagrado pela mesma prática. Ele foi autuado em flagrante por crime de furto de energia elétrica e pode cumprir pena de um a quatro anos de reclusão, além do pagamento de multa.

Saúde libera recursos para leitos de Suporte Ventilatório em SSA e 19 municípios da Bahia

 

O Ministério da Saúde liberou recursos para 95 leitos de Suporte Ventilatório Pulmonar para atendimento de pacientes com a Covid-19 na Bahia. Salvador e outros 19 municípios foram contemplados.

Na capital os recursos serão de R$ 114.892,8 para oito leitos nas UPAs do Vale dos Barris (4), Paripe (2) e Pirajá /Santo Inácio (2).

Os outros municípios contemplados são: Bom Jesus da Lapa; Candeias; Cruz das Almas; Dom Basílio; Governador Mangabeira; Guanambi; Mucuri; Nordestina; Nova Soure; Paulo Afonso; Retirolândia; Santa Cruz Cabrália; Santo Estevão; São Felipe; Sapeaçu; Serra do Ramalho; Serrinha; Teofilândia; e Vera Cruz. Juntos esses municípios receberão R$ 1.249.459,20, correspondente ao mês maio.

A liberação dos recursos foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). O Ministério destaca que as autorizações ocorrem em caráter excepcional e temporário.